1h19

Na incompreensão da forma, o ser contempla o corpo inerte e observando-o torna o seu pensamento em torno deste. Na forma da incompreensão o ser achou lugar de ser compreendido. O movimento levou tempo de ser entendido e todos os gestos criaram uma comunhão. Um frame de uma não-dança porventura não-corporal, na negação da negação, … More 1h19

1h30

Na atmosfera fixo um ponto, o tempo impera é um conto. Em sopro, a nuvem jaz e trás no encontro, o tempo, em contagem fugaz. Na consciencia não ausente, sentir-se ia gente na aceitação da atracção do que é, ciclicamente.

23h07

is life is love is life is love is life is love is life is love is life is love is life is love is life is love is life is lost is life is love is life is lust is tuff is love is life is love is life is love is life is … More 23h07

17h16

Como nos podemos embrenhar nesse mar de gente,seguir os seus caminhos aleatoriamente. Num dandismo de se estar sempre noutra hora que não a nossa.E o que acontece quando juntamos os trilhos? Mudamos as passagens.Os olhos vagos,laços. Os encontrões de mentes diferentes e um subito assalto pela solidão. Tudo em vão? Todos os vultos,parte de um frenesim das … More 17h16

15h35

Frases labirínticas enrodilham a essência do transmitir pois as simples palavras, aglomerados de letras complexas, adultaram esse dentro, que a alma não consegue fingir. maraabreu

22h24

Tudo quanto sonhámos; caímos; levantámos, é cicatriz que o corpo carrega. Mas também, luz, que alma de grande cega. Nesta vida, que em tudo viveu, tudo conta, tudo é, tudo foi, quanto, como aconteceu. maraabreu

00h37

Por vezes, temos de percorrer os nossos próprios passos. Não adianta calçar sandálias, quando os pés têm espinhos. As sandálias ressecam ao sol, o chão escalda e os pés quebram as solas. Há pés que apenas sabem gretar. Há pés que aprendem a sarar. Com o tempo. Com o tempo. Esse tempo, em que os … More 00h37