4h12

O mundo não gira aos teus pés

Pensa antes que os teus pés

Giram

Num ponto ínfimo do torno da terra

Se não disseres uma palavra

Se não deres nem mais um passo

Não haverá alma nem gente que te abra

os olhos para tudo aquilo que não quiseres ver

Deixa voar, deixa ser

Tudo o que tens dentro,

O que não tens

Certamente, está ainda

Para acontecer.

Para quê juízos

porque não acções?

Quantas palmas continuam estendidas

Á espera, em retorno, de emoções?

O mundo continua uma fechadura oculta

No meio de teias de aranha e pó

Sei que vivo, sei que persisto

Mas sei também que neste caminho

Estamos todos, não está ninguém

Estás tu e estou eu só.

maraabreu


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s